Google+ Followers

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Netanyahu e o Estado de Israel acabam de firmar apoio oficial a causa LGBT

   

Resultado de imagem para Israel Gay

Alguns direitistas fanáticos enxergam Israel como bastião do conservadorismo ocidental no Oriente Médio. Apesar disso nós, ao longo dos últimos anos, noticiamos como grupos judeus sionistas tem se tornado propulsores do movimento gay no ocidente. Perante tais fatos quem ainda insiste nessa falácia de Israel como bastião moral ou está no rol do ignorantes ou dos maliciosos, a ponto de ser necessário furar olhos e ouvidos para não enxergar a realidade. 

Sobre isso vejam e leiam o recente pronunciamento de Netanyahu:


"Benjamin Netanyahu - sobre a comunidade LGBT em Israel: "alguns setores da nossa sociedade não estão preparados para aceitar a comunidade LGBT, mas a dignidade, o respeito, e a aceitação são os valores que triunfarão. Não há espaço para a intolerância em Israel". Jabotinsky estaria orgulhoso: um Estado judaico, democrático e com valores liberais". 

O vídeo do pronunciamento de Netanyahu pode ser visto aqui: https://www.facebook.com/DireitaForte/videos/1180903925345603/





 Perante tudo isso não se esqueçam daquele candidato a presidência do Brasil em 2018 que pretende vencer o Kit Gay em nosso país ao mesmo tempo que vai buscar apoio em Israel para a sua candidatura. Vocês acreditam mesmo que tal figura, na medida em que se liga a um poder sionista que promove a causa LGBT, pode nos ajudar a vencer o lobby sodomita? 

Resultado de imagem para bolsonaro israel



Imagem relacionada



4 comentários:

  1. Alto lá blogueiro! Abomino esse movimento e outros tais, mas...

    O poeta Fernando Pessoa, que era ele próprio descendente direto de judeus por parte do pai, escreveu o seguinte:

    http://sofos.wikidot.com/grupo-dos-trezentos

    Como vemos, o descendente de judeus Fernando Pessoa faz a distinção entre o povo de Israel, por um lado, e, por outro lado, o chamado “baixo judeu” que controla a Europa e os Estados Unidos. E quem não faz essa diferença age por mera influência de uma ideologia política, e não porque procura a verdade e a justiça.

    ResponderExcluir
  2. Adorei ver que o governo de Netanyahu resolveu apoiar a causa LGBT. Já posso ver "as elites globalistas metacapitalistas se acercaram de Tel-Aviv e o sionismo nunca foi o verdadeiro judaísmo" by Arauto do Caralho.

    ResponderExcluir
  3. Outro bajulador do Estado maçônico de Israel é o tal do Julio Severo. Começo a achar que esse cara é agente da maçonaria judaica e pertence a mesma.

    Uma certeza já tenho: Julio Severo, assim como Olavo de Carvalho, é agente da desinformação.

    Para defende o Estado maçônico israelense, esse cara dá desculpas para tudo vindo de Israel.

    Se Israel defende terroristas islâmicos (muitos desses "terroristas" são judeus israelenses), ele dá uma desculpa;

    Se Israel apoia o aborto, ele dá uma desculpa;

    Se Israel apoia a "agenda" gay, ele dá uma desculpa.

    Ou seja, Julio Severo é um desinformante!

    ResponderExcluir
  4. Tinha que esfregar isso na cara desses idiotas que vivem enchendo a porra da boca pra falar que israhell isso, israhell aquilo, o lugar mais degenerado Onde esses judeus filhos da puta já dizem ser totalmente legal estuprar bebês a partir dos 3 anos.

    ResponderExcluir