Google+ Followers

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Quem está por trás da independência catalã?


 
 
 
Senhores: é um plano do Clube Bilderberg estimular a independência do país Basco e da Catalunha. Separatismo é uma velha tática da NOM para criar o governo mundial enfraquecendo estados nacionais e levando ao nascimento de paisecos que não terão poder algum, dada sua pequenez, ante o grande irmão globalista.  A idéia de Catalunha é farsa pois não se funda em nada que já tenha existido; no passado a Catalunha era o reino de Aragão, cuja capital era Zaragoza e não Barcelona. Aragão era um reino cristão mas os independentistas catalães, que preconizam uma Catalunha livre, querem um país fundado na tradição anarquista e comunista, tradição que nada tem a ver com as raízes aragonesas da região, nascida na  época de Franco e da Guerra Civil Espanhola e não na cultura cristã aragonesa.
 
Cabe lembrar que na obra "A verdadeira história do Clube Bilderberg", de Daniel Estulin, nas páginas 35-36, vemos como é um modus operandi dos globalistas estimular movimentos separatistas:
 
"Em  relação  à  Kosovo,  os  membros  do  Clube  Bilderberg decidiram  a formação de um Estado albanês independente e o desmembramento da Yugoslavia  (com a entrega de sua província mais setentrional a Hungria) para criar um novo mapa  que  assegurasse  a  continuidade  do  conflito.  A  reconstrução,  valorada  em  bilhões de dólares, correria a cargo dos impostos ocidentais...Planejou-se a divisão do Canadá para 1997, mas a inesperada investigação do  periódico  Toronto  Star,  o  rotativo  mais  importante  do  Canadá,  durante  o encontro de 1996 no King City, obrigou aos globalizadores a pospor seu plano para o futuro."
 
 
 
 
No topo destas organizações globais temos a maçonaria; o que traremos abaixo não deixa dúvida quanto as forças que estão agindo nos bastidores pela formação da Catalunha: