Google+ Followers

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Judeus: os pais do internacionalismo e do globalismo






   O historiador argentino Federico Rivanera, revela em sua obra, "La última etapa de la globalización: el gobierno mundial judío", páginas 23 a 25, a origem do internacionalismo que visa, entre outras coisas, atacar a noção de nacionalidade e de cultura. 

     O objetivo é claro: destroçar o que ainda resta de ocidente cristão para abrir caminho para o domínio duma elite política-econômica judaica. 

       Confiram abaixo: 










2 comentários:

  1. ah.... é só ler OS PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO... que todo mundo faz questão de dizer que é pura ficção.... e eu nunca vi uma ficção afetar tanto a realidade....

    ResponderExcluir