Google+ Followers

domingo, 16 de junho de 2013

Femen : a nova organização feminista mundial a serviço do mal !!

A Femen está presente hoje em vários países com um único objetivo : a implantação da Nova Ordem Mundial impossível sem a destruição do que resta de civilização cristã no mundo ocidental !!

É verdade que a Femen foi dissolvida no Brasil ; a líder feminista do grupo aqui no Brasil diz que entre os motivos da ruptura com o movimento foi que elas planejavam que feministas pichassem os Cristo Redentor :

EXAME.com - Como aconteceu esse rompimento com o Femen da Ucrânia?
Sara Winter –
Elas têm uma postura muito ditatorial e pouco interesse em conhecer a cultura brasileira. Não prestam atenção nas nossas religiões e mandavam pedidos absurdos para nós.

EXAME.com – Quais seriam esses pedidos?
Sara –
Por exemplo, elas pediram que a gente pichasse o Cristo Redentor. A gente não ia conseguir apoio popular nenhum, só ia receber a ira da população. Havia uns absurdos assim. Elas queriam que a gente contratasse um helicóptero para poder pintar o símbolo do Femen no Cristo. É uma coisa completamente inviável e só quem não é do Brasil pensa numa possibilidade dessas.

EXAME.com – Uma das fundadoras do grupo na Ucrânia, Alexandra Shevchenko, a acusa de ter usado mal uma verba enviada pela sede para ação no Brasil. Como você se posiciona sobre isso?
Sara –
Elas mandaram um dinheiro para que fosse comprado extintor de incêndio para irmos na Sapucaí, no Carnaval, e jogar espuma de extintor nas pessoas. O grupo até tinha concordado em fazer, mas depois pensamos bem e decidimos que não dá para usar um extintor de incêndio. Não tem nem como entrar lá com um e você pode acabar machucando as pessoas. Tentamos renegociar com as meninas da Ucrânia. Mas elas viraram o demônio em pessoa. Não aceitaram e me ameaçaram. Disseram que se eu não cumprisse as ordens elas iam espalhar para a mídia que eu era ladra.

EXAME.com – E o que aconteceu com o dinheiro?
Sara –
Esse dinheiro foi usado para outro protesto. Um que aconteceu no aeroporto do Rio de Janeiro.

EXAME.com – Mas esse protesto não pareceu ter nada que exigisse mais gastos.
Sara –
Não, não teve nada assim. Só a gente no aeroporto. As meninas da Ucrânia enviaram dinheiro para o transporte das ativistas de vários lugares do Brasil para o Rio de Janeiro, mas ninguém tinha calculado outros gastos. As ativistas chegaram sem dinheiro para comer, sem coroa, sem cartaz, sem ter onde ficar. Eu não podia deixar elas sem alimentação e teve vários gastos que não estavam nos planos.

EXAME.com – O grupo não era muito grande ou rentável no país. Você tem algum emprego?
Sara –
Eu faço vários bicos como modelo fotográfica, mas naquela época elas enviaram para mim 1.200 reais como dinheiro pessoal porque elas estavam me devendo desde que voltei para o Brasil.[http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/sara-winter-revela-porque-o-femen-nao-deu-certo-no-brasil]

Assistam o vídeo esclarecedor de Alain Sorel !!



Nenhum comentário:

Postar um comentário