Google+ Followers

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Absurdo : JMJ usa funk para "Evangelizar"!!

 O hit do funk  “Show das poderosas” ganhou uma versão católica. Se na letra cantada pela MC Anitta, elas “descem e rebolam”, na adaptação cristã, são os “jovens que oram”.  A versão produzida por um grupo católico de Casimiro de Abreu, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, ganhou as redes sociais após a postagem do vídeo no You Tube.  O autor da letra, Thiago Pigozzo, explica que o objetivo é atrair o público para a Jornada Mundial da Juventude, que acontece de 23 a 28 de julho. 

“Com a onda de flash mob, nós fomos às escolas dançar músicas religiosas para divulgar o evento Bote Fé. Isso fez com que muita gente fosse ao evento. Nós fomos comemorar o sucesso numa pizzaria e pensamos em fazer um vídeo pra internet. Na mesma hora, o celular de uma amiga tocou e quando eu ouvi a letra: Prepara, agora, é hora, na minha cabeça eu já pensei, que essa música podia colar. Corremos pra uma praça pra fazer a letra e eu terminei em casa”, contou Pigozzo, que canta no clipe, e coordena o grupo de dança Renasdance.

A letra diz que eles querem salvar almas mas eu pergunto : como é possível salvá-las usando a carnalidade do funk , pondo moças com calças apertadíssimas e coladíssimas rebolando ?????? 

Parece-me impossível !!

Confira o funk da jmj  nesse link http://www.youtube.com/watch?v=ebPzYopLSTU





15 comentários:

  1. Calça Jeans você quer dizer, não é?
    Como assim rebolando???? Não consegui ver isso no vídeo. O problema é que os jovens precisam pensar em Deus e serem levados a igreja, porque o Funk não pode ter uma letra boa? Porque é um ritmo de pobre e da favela Rafael Gonçalves? Algumas pessoas falam de Deus com uma autoridade que não tem e talvez nem mereça, a maldade é tão presente em seus olhos e conseguem ver carnalidade até onde não tem e se vocês assistirem o vídeo como eu e como muitos assistiram, vão ver a magnitude e a proporção positiva pra nossa juventude enxergar a igreja e Nosso Deus de uma forma irresistível e vamos juntos pra Jornada. Parabéns RenasDance!

    Leandra Pires Macedo Freire

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É engraçado como alguns "católicos" se manifestam rápido quando se critica o funk na jmj.Recebi via email duras reprovações por ter reprovado o funk da jmj.Esse mesmo povo que defende apaixonadamente suas bizonhices não tem a mesma disposição para defenfer a fé da Igreja quando ela é posta em xeque.Então só me resta considerar tal defesa como defesa de gostos pessoais que esse grupelho de jovens querem jogar goela abaixo da Igreja como se fosse legitimo em termos cristãos.Esse pessoal está sob influencia do mal e da carne.Não querem penitência , querem rebolar na Igreja.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Mateus 7:1, de acordo com o seu contexto, não proíbe todo julgamento e intolerância, mas somente o julgamento e intolerância hipócrita. De fato, ele requer de nós que, após nos arrependermos dos nossos próprios pecados, condenemos o pecado do irmão como pecado, e ajudemo-lo a se voltar dele.“tira primeiro a trave do teu olho”, diz Jesus, “e então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão”. Mt 7:5 Jesus ordena uma intolerância genuína, e não hipócrita, do pecado que o irmão comete. UMA BENÇÃO DE DEUS.PARABÉNS GRUPO JOVEM RENASCER ...VCS ESTÃO LEVANDO A PALAVRA DE DEUS, NÃO IMPORTA O RITMO, SE É ROCK,SERTANEJO,FUNK,PAGODE,SAMBA, GOSPEL,BLUES...ISSO NÃO IMPORTA.Excelente,Maravilhoso,Espetacular muito bom o VÍDEO...disso que precisamos de Jovens que falem a linguagem dos Jovens de modo que LOUVEM A DEUS, fazem Reverência ao SANTO PAPA, e salvam almas para DEUS.Eu conheço e sei destes Jovens o quanto AMAM esta nossa Igreja, frequento a mesma Igreja Una Santa Católica Apostólica Romana , da mesma cidade destes Jovens,são fieis a Deus.......quem disse deste vídeo estão enxergando demais...ninguém rebolou até o chão conforme descrito, concordo que por impureza das almas , até mesmo os ritmos estão condenados,um absurdo! Enxergar desse jeito impuro,nada a ver, não existe ninguém rebolando (estão enxergando o que não há)e sobre a calça jeans conforme o Santo Papa João Paulo II disse: Precisamos de Santos sem véu ou batina.
    Precisamos de Santos de calças jeans e tênis.
    Precisamos de Santos que vão cinema, ouvem música e passeiam com os amigos.
    Precisamos de Santos que coloquem Deus em primeiro lugar, mas que se “lascam” na faculdade.
    Precisamos de Santos que tenham tempo todo dia para rezar e que saibam namorar na pureza e castidade,ou que consagrem sua castidade.
    Precisamos de Santos modernos, Santos do século XXI com uma espiritualidade inserida em nosso tempo.
    Precisamos de Santos comprometidos com os pobres e as necessárias mudanças sociais.
    Precisamos de Santos que vivam no mundo, se santifiquem no mundo, que não tenham medo de viver no mundo.
    Precisamos de Santos que bebam Coca-Cola e comam hot dog, que usem jeans, que sejam internautas, que escutem discman.
    Precisamos de Santos que amem a Eucaristia e que não tenham vergonha de tomar um refri ou comer pizza no fim-de-semana com os amigos.
    Precisamos de Santos que gostem de cinema, de teatro, de música, de dança, de esporte.
    Precisamos de Santos sociáveis, abertos, normais, amigos, alegres, companheiros.
    Precisamos de Santos que estejam no mundo; e saibam saborear as coisas puras e boas do mundo mas que não sejam mundanos”

    (Papa João Paulo II)
    PARABÉNS CASIMIRO DE ABREU, PARABÉNS GRUPO JOVEM RENASCER.ABRAÇOS SHEINA ABREU.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Santos comuns não são santos : para ser santo é preciso romper com o mundo em algum grau , é preciso deixar as coisas que se ama , renunciar , a lógica dos santos de calças jeans é : não renuncie a nada continue como vc é e seja santo ...ora isso vai contra o Evangelho ...todos os santos renunciaram mesmo a coisas boas ( casamento , trabalhos , prazeres legítimos ) por causa de algo ainda melhor : o reino de Deus...santidade não é apenas apenas renúncia ao mal mas também aos bens naturais.Se hoje se considera que é possível ser santo sem renuncia aos bens naturais é que caímos fundo num naturalismo que confunde caridade com solidariedade , salvação com libertação social , apelo de Deus como apelos e esperanças do mundo...esse é um falso cristianismo o do anticristo.

      Excluir
  4. esses dias frutuosos de pré Jornada, para dobrar o joelho no chão em adoração a Nosso Senhor pela vinda do Santo Padre, ao invés de esperar ansiosamente pelos "shows", deveríamos estar com o terço na mão, rezando para que tudo dê certo. O vídeo é uma pouca vergonha, eu como católico, tenho vergonha de ter visto esse vídeo banalizar a minha fé e a IGreja em que meus pais escolheram me educar e que eu por livre e espontânea vontade abracei e que por ela estou disposto a morrer.

    ResponderExcluir
  5. Não consigo ver no vídeo a tal CARNALIDADE!
    Que preconceituoso vc, hein?! O que vc tem contra o funk?

    No vídeo não aparecem moças rebolando, pelo menos eu não vi!
    Eles estão evangelizando sim!
    Nada a ver isso, sabia que isso é discriminação? Vc está discriminando a paródia só por causa do ritimo (e o que tem o rítimo?), não é isso que os jovens gostam? Então vamos fazer os jovens seguirem a Cristo de uma forma divertida e agradável!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seguir Jesus de forma divertida é possível ? Você nada sabe de vida cristã ...mas não me assusto: é assim que esta atual geração de católicos pensa : são "cristãos" que odeiam a cruz !!!!

      Quanta a nada de ver de carnal como a srta poderia ver algo de carnal se não consegue entender a diferença entre diversão e fé , entre o sacro e o profano ? Só entende o que é carnal quem visão espiritual e isso a srta não tem...a discriminação entre o carnal - que não convém a um cristão - e o espiritual é essencial para ser católico de verdade.Se vc não pretende discriminar - ou seja distinguir - o erro do acerto a Igreja Católica não é teu lugar.Procure uma seita dessas que existem ao montes que oferecem um Jesus que dá prosperidade , sucesso , conforto ..lá é que é teu lugar !

      Excluir
  6. Irmão, cuidado com suas criticas. Tenha discernimento na hora de expor suas ideias. Eu mesmo não gosto de funk mas nem por isso vou ferir ao outro. Lembre: Para que a missão seja bem sucedida temos que quebrar as barreiras, ir aonde o senhor nos mandar. Estão de parabéns os idealizadores pois conseguiram que muitos jovens tomem conhecimento da jmj e com certeza serem convertidos a cristo. Fica na paz e que deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  7. Amados quem somos nós pra julgar os outros? Não curto funk,mais tenho certeza que esses jovens não fizeram com má intenção esta música,e sim com intuito de evangelizar, e cada um tem seu gosto, não é mesmo? é apenas uma forma de evangelizar, aqueles nossos irmãos que só ouvem funk, por exemplo.
    Gente em vez de criticar vamos dobrar os joelhos e orar pela JMJ :)
    A paz de JC! :)

    ResponderExcluir
  8. No clip católico, pode-se notar que não há nenhuma indescência, como foi postado de moças de calça colada. Essa informação não procede, é só assistir o vídeo e ver. No clipe original da Mc Anitta, sim, há muita indescência.
    Mas, o que tem de mal em pegar música de funk e transformá-la para evangelizar? A Igreja faz isso desde os primeiros séculos de existência, ela sempre soube converter coisas profanas em meios de ebangelização. Por exemplo, o uso do ostensório, as basílicas, a árvore de Natal e até mesmo a comemoração do Natal foram tentativas da Igreja em levar a Palavra de Deus aos pagãos, convertendo-as em cristãs, e portanto, meios de levar Deus ao mundo. Outro exemplo são os padres jesuítas, que para evangelizar os índios adaptaram várias músicas, danças, etc, incorporando aspectos cristãos.
    Eu, sinceramente acho essa "birra" com os jovens ridículo. Os próprios papas e bispos apoiam firmemente a ação da juventude católica, enquanto grande parte dos leigos acha que por serem novos demais não podem ser instrumentos de Deus. E se você assistir ao vídeo, vai ver que no início está escrito: "realização: Diocese de Nova Friburgo'', Então tem o apoio do bispo.
    A verdade é que no mundo de hoje, a grande maioria só fala: "Temos que evangelizar..." e fica só na fala mesmo. Aí quando vem jovens pra por a mão na massa, levando a Palavra de Deus e os ensinamentos da Igreja a outros jovens, as essas mesmas pessoas repreendem. Estranho, não?
    Na minha opinião, achei muito legal o vídeo, porque leva informação da JMJ Rio 2013 aos jovens, é uma forma de pescar almas que gostam de funk pra Deus. Será que não é uma ação missionária pegar um vídeo de funk cheio de indescência e levar informação sobre um evento católico?
    Isso pra mim é obedecer ao mandamento de Jesus: "Ide e levai o Evangelho a TODA CRIATURA".

    ResponderExcluir
  9. Irmão em Cristo Rafael Gonçalves de Queiroz eu não suporto o Funk reprovo totalmente esse tipo de "musica" e manifesto contra esses tipos de hit's dentro da igreja mais temos que reconhecer que e letra da musica ficou atrativa não vejo carnalidade nenhuma no video nem na letra, temos que estar mais focados nas coisas mais poluentes que temos dentro da igreja hoje em dia estamos vivendo no chamado "mundanismo espiritual' e não é isso que nossa santa igreja nos ensina concordo plenamente que a batida do funk nos remete a sexualidade mais se tivermos que ser radicais em estilo de musica teremos que ir contra o axé Católico o pagode Católico e de outros estilos musicais Católico quero novamente declarar não gosto de funk mais bato palma para nossos irmãos de Casimiro de Abreu pois remeteu uma linda mensagem sem usar a carnalidade do funk vcs estão de parabéns que Deus os abençoe.
    Paz e Bem

    ResponderExcluir
  10. + PARECE QUE ESTÃO DANÇANDO PARA IREM PARA O INFERNO... DIGA NÃO AO MODERNISMO NA IGREJA CATÓLICA. ISTO É CUSPIR NA FACE DE CRISTO !!!

    ResponderExcluir
  11. ME PERDOEM OS ORGANIZADORES DA JMJ MAS ACADA DIA QUE PASSA EU CREIO QUE NÃO SE ENCONTRARAM COM JESUS CRISTO AINDA.QUANDO JESUS VIR VAI PASSAR O CHICOTE NESTA SUJEIRA QUE ESTA NOSSA IGREJA. ESTOU COM A IGREJA CATÓLICA UNA E SANTA NÃO ESTOU COM A MODERNIDADE PORQUE JESUS É O MESMO ONTEM, HOJE E SEMPRE. VAMOS ORAR PELA SANTIDADE DO CLERO E DOS JOVENS.

    ResponderExcluir
  12. Bom, em minha opinião, a primeira coisa que a religião do catolicismo não permite é o julgamento de outras pessoas, alguns acham que evangelizar será sempre da forma tradicional, mais não será, a cada vez mais as pessoas se afastam e se desanimam de ir a missa, falta a renovação da igreja católica, nós jovens queremos isso! E me perdoe se acha que estou errada, mas viemos para renovar não interessa como, somos a juventude do papa, e ele gosta é disso!
    Parabéns a aqueles que renovam e inventam a cada hora, pois é isso que renova a fé!

    ResponderExcluir